Não temos para onde fugir: uma hora ou outra, a nossa pele começará a apresentar os primeiros sinais da idade. E, ao longo desse processo, surgem os temidos pés de galinha.

Tecnicamente conhecido como ruga periorbital, esse efeito aparece ao redor dos olhos, onde há maior movimentação do músculo orbicular. Apesar de ser um problema inevitável, existem fatores que podem influenciar a sua formação, tais como a exposição solar intensa e a falta de hidratação na região.

Você, assim como boa parte da população, também quer saber como se livrar desse aspecto, não é mesmo? Podemos lhe ajudar! Acompanhe este post e confira todas as dicas e informações sobre o assunto!

Conheça as causas dos pés de galinha

Com o passar do tempo, o nosso organismo começa a sofrer o processo de envelhecimento natural. Consequentemente, a nossa pele deixa de produzir algumas substâncias, fazendo com que a textura e a elasticidade dela já não fiquem como antes.

É aí que as rugas e as linhas de expressão começam a aparecer na nossa face. Quando falamos sobre esse assunto, não podemos deixar de destacar as marcas ao redor dos olhos, popularmente conhecidas como pés de galinha.

Em termos básicos, elas se desenvolvem por conta dos movimentos musculares realizados enquanto movimentamos o rosto, seja ao sorrir, seja ao chorar ou, até mesmo, ao forçar os olhos contra a luz do sol.

Essas marquinhas profundas têm início nas extremidades dos nossos olhos e podem se estender até a área das orelhas ou bochechas, formando um desenho que lembra muito os pés da galinha — por esse motivo é que ganharam o nome.

Apesar de fazer parte de uma etapa comum da vida de todo ser humano, o surgimento dessas linhas de expressão pode ser intensificado em decorrência a alguns fatores externos. Dentre eles, podemos citar:

  • exposição ao sol em excesso;
  • falta de hidratação da pele;
  • tabagismo;
  • menopausa;
  • pele e olhos bem claros.

Em alguns casos, os pés de galinha surgem no rosto de pessoas ainda jovens — em torno dos 25 anos. Se o problema não for tratado corretamente, o efeito pode se intensificar com o passar do tempo.

Saiba como se prevenir desse problema

A melhor maneira de fugir dos pés de galinha é se prevenindo. Ao investir em cuidados diários especiais, você deixará a sua pele muito mais saudável e, claro, com uma aparência impecável.

Atualmente, podemos citar alguns exemplos de como evitar esse efeito. Conheça-os a seguir.

Filtro solar

O filtro solar é um produto indispensável no nosso dia a dia, inclusive, durante os dias chuvosos e nublados. Além de proteger a nossa pele contra os danos causados pelo sol — como o câncer de pele —, esse componente é sempre recomendado pelos especialistas para prevenir os pés de galinha.

Isso porque a radiação ultravioleta pode prejudicar a elasticidade da nossa pele e, com isso, deixar a face mais propensa ao desenvolvimento de rugas. Com a exposição solar prolongada e sem os devidos cuidados, você acelera o processo de envelhecimento do órgão. Portanto, se você deseja manter uma cútis bonita, não abra mão do filtro solar!

Óculos de sol

Outra maneira de manter a sua face protegida contra os efeitos dos raios ultravioleta é utilizar, sempre que possível, os óculos de sol. O acessório ainda colabora para que você não force os olhos com frequência, principalmente, quando estiver em uma área externa com alto índice de iluminação.

Esse item é muito prático, acessível e, até mesmo, ajuda a deixar o seu visual mais caprichado. Ótima forma de se proteger, não é?

Hidratação da pele

Já testou manter a sua pele bem hidratada? Para isso, você pode utilizar os cremes hidratantes anti-idade, de acordo com a sua faixa etária. É necessário fazer aplicações logo pela manhã e também à noite. Não deixe de conversar com um dermatologista para não errar na escolha do cosmético.

Há ainda, mais uma recomendação muito importante dada pelos especialistas: beber muita água. Isso mesmo! Ao ingerir uma boa quantidade de líquidos, você deixa a sua pele mais hidratada e com melhor aparência. Anote já na agenda e beba, pelo menos, dois litros por dia.

Descubra quais são os tratamentos atuais mais indicados

Os pés de galinha insistiram em aparecer no seu rosto e você não sabe como eliminá-los? Muita calma! Graças à tecnologia e ao avanço da medicina dermatológica, há uma série de tratamentos que oferecem uma aparência muito mais jovem e viçosa para a pele dos pacientes. Conheça, na sequência, um pouco sobre cada um deles.

Botox

Você já ouviu falar no botox, certo? Também conhecido como toxina botulínica, esse componente é indicado para impedir a contração dos músculos faciais, os quais são responsáveis por causar as rugas. Sendo assim, o botox bloqueia essa contração, fazendo com que a região fique mais relaxada e as linhas de expressão suavizadas.

Para recorrer ao tratamento, o médico especialista injeta o produto em áreas específicas dos músculos. Tanto os pontos de aplicação quanto a dose necessária são selecionados de acordo com as características e as necessidades de cada paciente. Os resultados podem ser notados em 48 horas e o tratamento deve ser refeito a cada quatro meses.  

Laser CO2 fracionado

O laser CO2 é um equipamento capaz de provocar uma pequena queimadura na pele. Durante a cicatrização, a produção de colágeno e retração da área são estimuladas. Isso faz com que a pele fique mais esticada e as rugas diminuam.

A opção do laser CO2 fracionado é recomendada para quem possui pés de galinha mais profundos, uma vez que a técnica pode ser usada para refazer a superfície da derme. Os resultados levam um pouco mais de tempo para serem notados — em torno de 15 a 30 dias.

Peeling químico

peeling químico consiste em um procedimento em que são aplicados ácidos na pele para renovar o tecido. No tratamento para as rugas ao redor dos olhos, a técnica promove uma espécie de esfoliação, fazendo com que a área descame e novas células sejam produzidas. O resultado? Uma face com textura muito mais lisa, com menos manchas e rugas suavizadas.

Após a aplicação, é preciso aguardar em torno de cinco a sete dias até que a pele se recupere completamente. Durante o período, é essencial que o paciente evite a exposição ao sol, use protetor solar diariamente e invista em outros elementos de proteção, como chapéus e óculos escuros.

Viu, só? O que não falta são opções para deixar a sua pele jovem e bela por muito mais tempo. E, agora que você já aprendeu como se livrar dos pés de galinha, aproveite para baixar o nosso guia para driblar o envelhecimento precoce. Você vai adorar!