Botox, toxina botulínica… Se você é mulher, certamente já ouviu essas palavras alguma vez na vida. Embora tais nomes sejam bastante conhecidos pelo público em geral, os diversos benefícios e as múltiplas possibilidades de aplicação da substância não são reconhecidos na mesma proporção.

Você sabia, por exemplo, que a indicação de uso de botox não é apenas para suavizar rugas e linhas de expressão? Para tirar todas as suas dúvidas, elaboramos um guia com as principais perguntas e respostas sobre o assunto. Boa leitura!

O que é a toxina botulínica?

A toxina botulínica tipo A, conhecida popularmente como botox — que, na verdade, é o nome com o qual ela foi registrada comercialmente pela primeira vez —, é uma substância produzida por uma bactéria chamada Clostridium botulinum, a mesma que causa o envenenamento alimentar conhecido como botulismo.

O fato, no entanto, não é motivo para preocupação, já que o botox industrializado é purificado e administrado em doses mínimas, incapazes de causar a doença. Desde 1992, o produto é liberado pela Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, com indicações terapêuticas. A partir do ano 2000, seu uso estético também foi permitido pela instituição.

Como o botox atua no corpo?

O botox atua de maneira localizada e temporária, impedindo a transmissão de impulsos do neurônio para o músculo. Em palavras mais simples, é como se a toxina impedisse o envio de uma mensagem para o músculo se contrair.

Como ele não se contrai, a musculatura relaxa, amenizando rugas e linhas de expressão causadas por movimentos repetitivos, como franzir a testa. A substância é aplicada principalmente na testa, entre as sobrancelhas e nas laterais dos olhos e da boca, regiões que ficam mais marcadas pelas expressões faciais.

Como é feita a aplicação?

A aplicação deve ser realizada somente por médicos, em um consultório. A toxina botulínica é injetada em pontos específicos do rosto, selecionados de acordo com as características individuais de cada paciente, com uma agulha bem fina.

A dosagem necessária para se obter o efeito desejado também deve ser prescrita individualmente, daí a importância de só realizar o procedimento com profissionais especializados. Quando aplicado em quantidades inadequadas ou por profissionais inexperientes, o botox pode deixar a face com um aspecto pouco natural.

A aplicação de toxina botulínica não provoca dor, apenas um leve desconforto com a picada, que é perfeitamente suportável. Em pessoas mais sensíveis, é possível utilizar um creme anestésico pouco antes do início do procedimento, para amenizar qualquer possível desconforto.

Como se trata de uma intervenção simples, não é necessário se afastar das atividades cotidianas após a aplicação do botox. No entanto, é importante evitar exercícios físicos muito intensos nas 48 horas subsequentes ao tratamento, bem como a exposição ao sol sem proteção adequada.

Outro mito bastante comum com relação ao botox — que deve ser deixado de lado — é que ele deixa os adeptos da técnica com o rosto paralisado e “sem expressão”. Isso, porém, não acontece quando a aplicação é feita corretamente, ou seja, em doses e locais adequados às necessidades do paciente.

Em quanto tempo os resultados aparecem?

Os resultados da aplicação do botox podem ser notados cerca de 48 horas após a realização do procedimento e atingem seu efeito máximo em 2 semanas. A duração é de 4 a 6 meses e, após esse período, o paciente pode fazer uma reaplicação se assim desejar.

O tempo adequado para a reaplicação da toxina deve ser o indicado por um médico de sua confiança. Não há um número máximo de reaplicações, desde que se respeite, é claro, o intervalo mínimo entre elas.

A toxina causa algum efeito colateral?

Efeitos colaterais em aplicações de toxina botulínica são bastante raros. Normalmente, quando aparecem, limitam-se a pequenas manchas roxas em algumas das picadas das aplicações (que desaparecem em poucos dias) ou a uma dor de cabeça leve.

Em um estudo publicado pela Surgical & Cosmetic Demartology, a chamada ptose palpebral, caracterizada pelo abaixamento da pálpebra superior, ocorreu em apenas 1,81% dos casos. Esse efeito colateral é reversível em 2 semanas e, para evitá-lo, procure não deitar-se ou tocar o local da aplicação até 4 horas após a realização do procedimento.

Além de amenizar rugas, existe outra indicação de uso de botox?

Sim. Embora tenha se popularizado como tratamento para rugas e linhas de expressão, o botox também possui outras indicações. Saiba um pouco mais sobre algumas delas:

Suor excessivo

Pessoas que sofrem de hiperidrose — ou suor excessivo —, normalmente nas axilas, palmas das mãos e nos pés, podem fazer uso do botox para amenizar o desconforto social causado pelo problema.

Nesses casos, a toxina botulínica age bloqueando o estímulo do suor junto às glândulas, reduzindo a sua produção. A aplicação é bastante simples, rápida e pode ser feita no consultório.

Os efeitos duram de 4 a 6 meses, sendo que ao final desse período o paciente pode repetir o procedimento quando desejar. Os resultados são notados a partir de 72 horas após a aplicação.

Rejuvenescimento da região do pescoço

Pouca gente sabe, mas o botox também é indicado para pacientes que querem rejuvenescer e deixar mais firme a região do pescoço. Também chamado de minilifting de pescoço ou lifting de Nefertiti, o procedimento é indicado para pessoas que desejam melhorar o contorno da região sem a necessidade de se submeter a cirurgias plásticas.

Nesses casos, a toxina botulínica é aplicada abaixo do osso da mandíbula e em outras áreas do pescoço. As aplicações causam relaxamento nesses feixes musculares e fazem com que os demais músculos se contraiam. Com isso, a linha do maxilar se levanta, deixando a região com aspecto mais jovial.

O procedimento é simples, não causa grandes desconfortos e pode ser realizado em consultório, com o apoio de um creme anestésico. Os resultados são notados entre 4 e 7 dias após a aplicação.

E então, gostou de entender um pouco mais sobre a indicação de uso de botox e conhecer melhor o procedimento? Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar sempre por dentro de notícias sobre estética e saúde!