Cuidar do corpo e manter uma boa aparência são atitudes cada vez mais presentes na vida das pessoas. Isto porque, com a diversidade de produtos e serviços oferecidos pelo mercado da estética, está cada vez mais fácil reparar algumas marcas indesejadas. Este é o caso de olheiras, cicatrizes, rugas e demais sinais causados pelo envelhecimento.

Por este motivo, diversos tipos de preenchimento facial se tornaram as principais técnicas buscadas pelos pacientes que desejam um resultado o mais natural possível. Dependendo do caso, é possível optar por um procedimento diferente, como o famoso ácido hialurônico, e toda a gama de apresentações do ácido hialurônico.

Neste post você descobrirá as opções mais utilizadas, bem como as suas indicações e os principais cuidados após cada aplicação. Confira abaixo:

Ácido polilático ou Sculptra

O preenchimento facial realizado com ácido polilático, também chamado de Sculptra, oferece um efeito temporário e pode ser utilizado em qualquer pele. Atuando como um bioestimulador da produção de colágeno na pele, este procedimento costuma ser indicado para casos de flacidez, reconstruindo o tecido da derme e criando um contorno mais jovem para o rosto.

Com um índice de rejeição baixo, o ácido polilático também colabora para melhorar o contorno do rosto e completar áreas onde os ossos devem ficar mais proeminentes. O resultado é um visual mais saudável e harmônico. No entanto, a utilização dessa substância é proibida em regiões como o contorno dos olhos, os lábios, bem como para o preenchimento de rugas e linhas de expressão.

Ainda que não haja uma idade mínima estipulada para a sua aplicação, esse procedimento é normalmente realizado em pacientes a partir dos 35 anos. Todas as aplicações são feitas em consultórios ou clínicas especializadas, com o auxílio de agulhas finas ou microcânulas, que são injetadas na camada subcutânea da face.

Para um bom visual, é preciso investir em duas ou três sessões, com um intervalo mínimo de quatro semanas. O prazo para que o resultado seja perceptível é de 60 a 90 dias. Para intensificar o efeito e evitar o risco de complicações, são recomendadas massagens locais duas vezes ao dia, seguindo até 10 dias após o tratamento. Já a sua durabilidade é de até dois anos.

Ácido hialurônico

Este é um dos tipos de preenchimento facial mais conhecidos e buscados por quem se mantém atualizado nas novidades do mercado de estética.

O ácido hialurônico é uma substância já presente no nosso organismo e que pode ser encontrada entre as fibras elásticas e de colágeno. Com o envelhecimento, a sua produção sofre uma queda considerável e, por este motivo, foram desenvolvidas em laboratório outras substâncias semelhantes e que podem ser perfeitamente comparadas à composição natural.

Sendo assim, o material aplicado tem grande capacidade de absorção e é eliminado pelo organismo ao longo do tempo. O seu efeito é temporário, com duração de até um ano, e o índice de rejeição é quase nulo. Aplicado com anestesia local, o procedimento é realizado com agulhas ou microcânulas, variando entre a derme superficial, a profunda ou o tecido subcutâneo.

Essa opção é recomendada para pacientes que desejam preencher rugas, como as perilabiais (código de barras), aumentar o contorno facial ou dar volume dos lábios, além de completar sulcos como o nasolabial (bigode chinês) ou a goteira lacrimal (região das olheiras). Para identificar os resultados desse tratamento, é necessário aguardar pelo menos uma semana após cada sessão.

Enxertia de gordura

Muito comum, o preenchimento facial com enxertia de gordura, também conhecido como lipoenxertia, consiste na coleta da própria gordura corporal do paciente através de uma lipoaspiração e, em seguida, a substância é injetada na região desejada.

Indicado para quem sofre com rugas e linhas de expressão, esse tratamento proporciona preenchimento, volume e uma aparência mais jovem para a face. Em geral, essa opção é aplicada nas áreas ao redor da boca e dos olhos, bem como nas maçãs do rosto, para casos de perda do volume com o passar da idade. O efeito do rejuvenescimento é causado pelas células-tronco presentes no enxerto, que posteriormente, originarão novas células para a pele do paciente.

Para esse procedimento, é inicialmente aplicada a solução de Klein, um composto de soro fisiológico e adrenalina, que tem como finalidade amenizar as chances de sangramento e demais problemas durante a cirurgia.

Em seguida, são inseridas na pele as seringas ou cânulas de lipoaspiração que atingirão o tecido adiposo, região também conhecida como o reservatório de gordura. A aspiração ocorre por meio de um sistema a vácuo, recolhendo a gordura necessária para o preenchimento. Esse processo é realizado no abdômen, através da cicatriz umbilical e anestesia local ou tópica.

O resultado do enxerto é definitivo e a probabilidade de rejeição é considerada mínima, uma vez que a gordura aplicada é a do próprio corpo do paciente. Caso haja a necessidade de realizar alguns retoques, são indicadas algumas técnicas não tão agressivas, como a lipocavitação com ultrassom.

Hidroxiapatia

A hidroxiapatia é uma substância facilmente absorvida pelo organismo, sendo composta por cálcio e fosfato, dois componentes indispensáveis para um bom desempenho do corpo humano. Essa técnica é recomendada para casos de perda de volume, correção de sulcos faciais, preenchimento de olheiras e de linhas de expressão e acúmulo de pele na região do queixo.

A sua grande vantagem é a durabilidade, que tem efeito estético temporário de 2 a 3 anos, sendo frequentemente procurada por pacientes que não desejam um resultado permanente, mas sim semipermanente. Neste procedimento seguro, a produção de colágeno é estimulada progressivamente, oferecendo mais viscosidade e rejuvenescimento. Além disso, o produto não oferece o risco de migrar para outra região do corpo.

Já a sua aplicação é feita de forma subcutânea, não causando ardência e sendo menos incômoda do que outras opções, como o ácido hialurônico. Por este motivo, é indicada apenas uma pomada anestésica antes de cada procedimento.

Agora que você conhece os principais tipos de preenchimento facial, que tal se manter em dia com o mundo da estética? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades!